terça-feira, 12 de janeiro de 2010

A verdade sobre a Pocahontas

Se você foi criança na década de 90, com certeza assistiu aos clássicos Disney em 2D e muito provavelmente viu Pocahontas sofrer com o amor proibido pelo colono John Smith. Apesar do alívio cômico dos bichinhos, o filme é bem dramático considerando que mostra uma morte e os mocinhos nem ficam juntos no final. Triste, eu sei.



Aí vem Pocahontas 2 em que ela vai pra Inglaterra e você pensa: “Legal, agora ela vai ficar com o John Smith”. Só que aí o filme acaba e então a Pocahontas super dispensa o John Smith pra ficar com um cara que ela tinha acabado de conhecer: o tal do John Rolfe. Ou seja, a maior decepção!

Isso já rendeu algumas discussões entre eu e minhas amigas e elaboramos algumas teorias para a Poca dar um pé da bunda do John Smith. Porque a gente não se conforma com a Pocahontas ter largado o Smith, que era mais bonito, mais legal, mais tudo de bom, enquanto o Rolfe é aquela coisa sem graça.
 

Sou muito mais o Johnny Smith!

Hipótese nº1 – Violência Doméstica

No auge de nossa 8ª série, eu, Fe e Jami brincávamos de Casos de Família e o tema era: “Qual a sua heroína da Disney favorita?”. A Jami defendia a Bela, a Fe defendia a Pocahontas e eu, como não tinha favorita, fazia o papel de Regina Volpato.

Tudo corria bem com a Jami falando que a Bela era mais legal porque gostava de ler e gostou da Fera antes de se tornar príncipe e tal, e a Fe dizendo que a Pocahontas era melhor porque era destemida, e como ela imitava a cena da canoa no sofá da casa dela, sem contar o argumento de que a Pocahontas incentivava a criançada a usar filtro solar para não pegar câncer de pele (????); até que o negócio começou a ficar pessoal. A Jami disse que a Poca tinha largado o John Smith pra ficar com outro e que isso não se fazia! (O que é a maior verdade!) A Fe estava perdendo a briga e então fez uma revelação bombástica:

- Mas a Pocahontas só largou o John Smith porque ele apagava o cigarro nela!

:-O

Eu não sei de onde ela tirou essa (desde quando o John Smith fumava?), mas o negócio rendeu e ficou engraçado à beça com a Fe fazendo depoimento triste e dizendo que a Pocahontas nunca sentiu a dor do cigarro na pele e por isso nunca ligou e que achou que aquilo era uma demonstração de amor de onde ele vinha e que o John Rolfe é que explicou pra ela que aquilo era um caso de violência contra a mulher e aí se apaixonaram (reza a lenda que a Lei Maria da Penha ia se chamar Lei Pocahontas).

No fim, chegamos à conclusão de que a pobre coitada da Pocahontas tinha hanseníase (por isso não sentia o cigarro) e que ia estampar uma campanha de conscientização do governo sobre a doença.


Um ano depois a gente deu uma revista, cheia de piada interna, pra Fe de aniversário. Essa daí é a entrevista que a Pocahontas deu pra Revista Legal. Clique para ampliar.


Hipótese nº 2 – Medo de compromisso

Essa daqui é bem mais recente. Surgiu numa dessas madrugadas em que a Esther não quer dormir e fica puxando papo, mesmo eu já tendo apagado a luz.

No 1º filme, Pocahontas está prometida ao índio guerreiro Kocoum, mas não queria casar com ele. Você pensa que é porque ela não gostava dele, mas a real é que a índia destemida tinha pavor de compromisso. Por isso, ela não vai embora com o John Smith no final do filme. Não tem nada a ver com aquele caô de “aqui é o meu lugar” que ela jogou no pobre do John Smith. A verdade é que Pocahontas era do tipo radical e gostava de sentir o vento na cara quando corria pelas plantações de milho e, na sua visão, um marido, naquele momento, só ia atrapalhar sua carreira como atleta de rafting. Mais tarde ela pensava nisso. Poca queria mais era curtir a liberdade da solteirice.


Kocoum: Pocahontas, quer casar comigo?
Pocahontas: Sai pra lá! Eu quero é ser campeã de rafting!


Uhuuu!

Só que o tempo passou. Pocahontas viu todas as suas amigas casadas e felizes (inclusive aquela que gostava do agora falecido Kocoum) e um dia, depois de remar rio abaixo, ela olhou seu reflexo na água e percebeu... UM PÉ DE GALINHA!!!! Naquele momento, Pocahontas viu que toda aquela liberdade não estava adiantando de nada e que estava ficando pra titia.


Então, Pocahontas parte para Inglaterra (filme 2) para tentar convencer seu antigo amor, John Smith, a se casar com ela (todos os homens da tribo já tinham dona). Chegando lá, Poca fica sabendo que Smith morreu e então começa a se envolver com o 1º cara que aparece: John Rolfe, afinal de contas, em pouco tempo ela estaria igualzinho à Vovó Willow! No fim do 2º filme, então, Pocahontas descobre que Smith está vivo, mas prefere ficar com o Rolfe, já que achou que ia ser muito difícil John Smith arranjar um emprego e sustentar a família, uma vez que era ex-presidiário, deixando-o a ver navios literalmente, já que os dois (Poca e Rolfe) voltam para a América.

A história real

Se você não sabe, Pocahontas, seu pai, Kocoum, John Smith, John Rolfe e aquele cara gordo do mal são todos personagens que existiram de verdade. É claro que a Disney fez algumas adaptações, mas a história REAL (sem brincadeira agora) é a seguinte:

Pocahontas conheceu John Smith quando era apenas uma criancinha de 11 anos (ele tinha 28). Ela realmente ajudou os colonos e tentou trazer a paz entre os povos, mas nunca teve nada com Smith. Talvez até tenha tido uma paixonite por ele, mas não há relatos de relacionamento entre os dois. Até porque seria pedofilia.

Alguns anos se passam, John Smith volta para a Inglaterra e então Pocahontas se casa com Kocoum. Os colonos dizem a ela que John Smith tinha morrido e ela conhece John Rolfe. Eles se apaixonam e se casam. UEPA! Mas ela já não era casada com o Kocoum? Pois é! A história real é pior que a da Disney. Largou o marido pra ficar com outro na maior cara dura! Adúltera!

Mais tarde, Pocahontas fica sabendo que John Smith está vivo, mas agora já era tarde. Ela e John Rolfe vão para a Inglaterra e tem 2 filhos. Na volta para a América, Pocahontas fica doente e morre.

Agora sente só a ironia do destino. John Rolfe era um grande plantador de... TABACO! E fumava cachimbo!

Sempre soube que era melhor ela ficar com o John Smith!

Conclusão
Na 1ª versão, Pocahontas é vítima, J. Smith é um vilão e J. Rolfe o herói. Na 2ª, Smith e Rolfe são homens-objeto e Pocahontas uma libertina e depois uma caçadora de marido (rico). E na vida real, J. Smith provavelmente era um pedófilo, J. Rolfe é que devia apagar o cigarro nela e por isso, ela pegou câncer de pele e morreu (a Fe disse que a causa da morte também pode ter sido câncer de pulmão, já que ela era fumante passiva), e por fim, Pocahontas era uma adúltera.

Sei não, melhor ficar com a versão da Disney. Desconsiderando o segundo filme, claro. Aquele John Rolfe é muito sem sal, vamos combinar.


Johnny Smith Forever!

18 comentários:

  1. Altas teorias! rs
    De onde vcs tiraram essa do cigarro? e da hanseníase?! o.O
    Eu sinceramente nunca gostei de Pocahontas, a história é muito parada, sem falar q a avó dela era uma árvore (tinha a avó na história real?)
    E eu nem sabia q tinha Pocahontas 2!

    PS: O filme Avatar q estreou ano passado é a maior cópia da história da Pocahontas!

    ResponderExcluir
  2. haha,adorei as teorias,apesar de nunca ter assistido Pocahontas na integra =x

    ResponderExcluir
  3. como assim??? Pocahontas é o que há!! todas as musiquinhas no rio *---*
    e eu me surpreendo coma nossa capacidade de surto total! huhauhauhaua
    e ainda tem Mais teorias, onde esse mundo vai parar?? o.o

    ResponderExcluir
  4. Estamos prestes a descobrir a verdade da pocahontas. E ainda vai ficar muito pior. Ao que parece aquela indiazinha não tinha nada de inocente (e normal... pq ela falava com uma árvore). As nossas teorias são demais. Não tenho a mínima idéia da onde eu tirei a história do Smith apagar cigarro nela, mas pode ser verdade... Lembra que o vento falava com a pocahontas (tem uma musiquinha que ela fala isso ai ela sai correndo pela floresta com o smith e sobre um penhasquinho e fica cantando com as folhinhas voando)? Pode ser que o "vento" tenha me "revelado" a verdadeira história. Além do mais a pocahontas era uma filósofa. Para finalizar, vou falar de uma frase que ela falava numa musica: " Lá na curva o que é que tem?" Profundo né... (surtei legal no coment huahuahuahua)

    ResponderExcluir
  5. Até assustei com essas teorias!
    Pocahontas nunca foi, nem de longe, uma das minhas animações preferidas da Disney.
    Ri muito com o post! =P

    ResponderExcluir
  6. Hahhahaha... muito bom... e a revista, então, nem se fala, ridemais! ;)

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. nossa nem sabia que tinha uma historia verdadeira da poca... adoro ela é totalll minha preferida, até vesti de pocahontas na escola (3º ano, no dia de trote é claro) ahhaha meu sonho é que ela termine com o johnny smith!!..ainda bm que nao vi o 2 filme e acho que ja vi um poco, aa o jeito do 2 filme é mais moderno fico feio...

    ResponderExcluir
  8. Nossa so doida pra ver esse filme tao falado ,porque dizem que sou indentica muito parecida com pocahontas e eu nunca assisti

    ResponderExcluir
  9. Gente, essa 'verdadeira' história da pocahontas tem alguns erros, mas a verdade é que não é um conto de fadas como a disney mostra :s assistam o filme 'the new world' (com o collin farrel ^^) é sobre a pocahontas baseada em factos reais sobre o que realmente aconteceu :)

    ResponderExcluir
  10. Gente concordo totaal com vcs
    nao me conformo com o final do 2º filme de pocahontas em q ela fica com o John Rolfe no final ù.ú
    sou mto + John Smith
    E sem contar a verdadeira versao da historia
    nao sabia q a poca era tao saidinha...

    ResponderExcluir
  11. Eu concordo com vocês, sabemos que isso é só um filme, mas eu achei que a disney errou muito, apezer de ter feito uma bela produção, principalmente na cena em que os dois se encontram, é muito lindo, mas a paixão deles é muito linda e não devia acabar assim, e no 2º filme ela reencontra o John Smith antes de se casar com o John Rolfe(aquele sem sal), e eu acho que por isso a disney acabou com os nossos sonhos, então pq colocaram eles para se reencontraram se não iam ficar juntos? Eles se apaixonaram a primeira vista, e tbm ninguém se separa e se reencontra para não ficar com a pessoa que ama! E eu tb acho que o John Smith é muito mais bonito(Ô se é) e tem mais personalidade, é aventureiro, forte, corajoso, e tem uma "pegada" que " avé maria" :P, e isso vc pode ver nesse video: http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=VylE8UvCuqA&noredirect=1 , olhem depois! e olhem até o final!

    ResponderExcluir
  12. Gente eu sei que já falei D+, :P kkkk! Mas eu quero da uma sujestãp a vcs, será que de algum modo, podemos entrar em contato com a disney e pedir que eles façam um terceiro filme da pocahontas, fazendo ela dar um "pé no traseiro" do john Rolfe? Pq até agora eu não me conformo que uma paixão tão linda como essas seja desperdiçada! Eu sei lá como ela pode dar um "pé no traseiro! no John rolfe, talvez ela voltando para a Ingleterra outra vez, ai ela fica confusa entre os dois, outra vez, só que desta vez ela fica com o John smith, aí final feliz, (nossa, como eu sou sonhadora) kk!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha! Clarinha, infelizmente não tenho nenhum contato com a Disney. Só o que eu posso fazer é me revoltar igual a vc. John Smith s2

      Excluir
  13. Queria que tivesse o filme três também clarinha, mas a lesada da Poca sabia que o verdadeiro homem da sua vida estava vivo e prefere o John Roufe, eu sou mais o Smith que ate deu a vida pela a do pai e ela podia tedo agradecido o Smith, indo morar na Inglaterra com ele, mas como ela é ingrata, ainda por cima trai ele com o Roufe, se ela soubesse o tanto de gente que queria tar no lugar dela, nãoteria feito aquela burrada.

    ResponderExcluir
  14. Na verdade isso aconteceu de verdade, mas a disney "maquiou" a história. Existiu uma Pocahontas, que não deixou que matassem esse colono, John Smith, mas não houve nenhum romance entre eles. Depois, com 17 anos ela foi para Inglaterra, e acabou sendo presa, e para solta-la, a unica condição era casar com o John Rolfe.

    ResponderExcluir
  15. Sinceramente, não achei o segundo filme de Pocahontas ruim não. Pelo contrário, eu achei mais legal ela ter terminado com John Rolfe, pois ela escolheu o caminho dela e viu que John Smith não era o cara certo pra ela, mesmo ela tendo se apaixonado por ele no primeiro filme. Isso pode acontecer com qualquer pessoa. Eu gostei tanto do primeiro filme quanto o segundo, pois mostram o que realmente é o amor e que a Pocahontas era o amor verdadeiro do John Rolfe.

    ResponderExcluir
  16. nossa estamos em 2016 e estou lendo essa materia e gostei bastante xDD parabens kkk

    ResponderExcluir
  17. Também estou lendo só agora em 2016 e amei:D

    ResponderExcluir

Não seja covarde e dê a cara a tapa.
Anônimos não são bem-vindos.
O mesmo vale para os spammers malditos. Se você fizer spam nesse blog, eu vou perseguir você e acabar com a sua vida.
Estamos entendidos?